UFECO

Carregando...
Redes sociais:
RSS
Twitter

Indicar página

Carta Aberta às lideranças comunitárias e à população

A  Diretoria da União Florianopolitana de Entidade Comunitárias – UFECO, vem, por meio desta carta  aberta, esclarecer às lideranças comunitárias e à população moradora da Região Continental de Florianópolis, sobre informações distorcidas que tem sido publicadas sob encomenda, em certos jornais, sendo alguns de circulação nos bairros, de que a UFECO é contra o Figueirense e contra a Copa em Florianópolis.

Estas notícias são enganosas pois jogam a opinião pública e principalmente a torcida do Figueirense contra a Entidade, numa tentativa de incriminar a UFECO em sua legitimidade e sem ao menos trazer à discussão a legalidade da Alteração de Zoneameneto ou mudança do Plano Diretor do Estreito, motivo de ação da UFECO na justiça.

A verdade é que não existe nenhuma ação judicial da UFECO, contra o Figueira, contra a CBF ou qualquer entidade envolvida em trazer a COPA DO MUNDO para Florianópolis. Pelo contrário, somos defensores do esporte como qualidade de vida e direito de todos. O que questionamos, sim, na justiça, foi a alteração do Plano Diretor do Estreito, portanto da cidade, na aprovação da Lei Complementar n.247/07, que para sua aprovação não foram seguidos os ritos procedimentais do processo legislativo (Câmara de Vereadores), como em tantas outras tramitações de Projetos de Leis, uma vez que não deu ampla publicidadeà alteração de zoneamento e não foi realizado estudo global prévio, contrariando) o artigo 239 da Lei Complementar de 01/97 (Plano Diretor vigente), e sancionada pelo executivo (Prefeitura), portanto uma questão jurídica para a Câmara de Vereadores e à Prefeitura responder e não contra a COPA ou Contra o Figueira.

Quanto às acusações sobre a falta de legitimidade da UFECO, veiculadas , as ações da Entidade são respaldadas pelo seu Estatuto que estabelece “a defesa da cultura popular, do meio ambiente, do meio urbano, do direito dos consumidores, por meio de ações judiciais e extrajudiciais” e as ações da entidade são legitimadas com o apoio das Entidades Comunitárias filiadas à UFECO. A Ufeco mantém uma postura de respeito às suas filiadas e só intervem em questões internas mediante silicitação das mesmas, seja na assessoria e mediação de processos eleitorais, nas lutas e reivindicações locais. Foi assim na Vila Aparecida, Ponta do Leal, Monte Cristo e em outros Bairros da Cidade em que a UFECO é constatntemente chamada a prestar assessoria. 

Ora, o que a Ufeco defende é simplesmente o respeito ao Estatuto da Cidade, Lei Federal 10.257 que regulamenta artigos da Constituição Federal que preconiza principalmente a gestão democrática da cidade com participação popular e que haja vontade política de executar um planejamento responsável, sustentável, não apenas nos discursos e sim a começar com o cumprimento do Plano Diretor vigente em nossa cidade, com  respeito às leis existentes.

Quem conhece a UFECO e sua atuação sempre combativa pode testemunhar que desde 2001, vem-se  alertando as autoridades competentes sobre esta problematica do crescimento  desordenado pois, além de produzir a cidade rica, produz o dobro da cidade pobre, sendo que depois ninguém assume a responsabilidade sobre as consequências refletidas no trânsito, no aumento da violência, na falta de transporte, nos paredões erguidos pelos prédios, ou na proliferação das favelas

Que venha a Copa do Mundo, que venham os bons empreendimentos, tantos outros eventos turísticos, mas primeiramente respeite o florianopolitano que vive nesta cidade ainda conhecida pelos seus belos encantos da natureza.

Por fim, estamos encaminhando um ofício ao Diretor do Jornal “Noticia do ESTREITO”, solicitando o direito de resposta para esclarecer as reportagens contidas no nº 03/novembro 2007, que infelizmente não correspondem com os fatos, além do artigo escrito pela senhora Ester Eloisa Addson para responder  as perguntas feitas no seu artigo, através das respostas da UFECO que não querem calar.

Saudações Sócio-Comunitárias

FONTE: Diretoria da UFECO